Pesquise algo no blog

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Curso Hibernate on-line - Framework



Bem vindo a aula 0 do curso on-line sobre o framework Hibernate. Iremos aprender no decorrer do curso, do zero, como utilizar o Hibernate de uma forma bem didática. Em todas as aulas iremos ver como aplicar os conteúdos estudados.

Introdução 


O Hibernate é um framework open source, que simplifica o desenvolvimento de aplicações Java que interagem com bancos de dados. Este framework contempla ferramentas ORM (Object Relational Mapping).

ORM - Object Relational Mapping


ORM é uma técnica de programação para mapear e converter um objeto em uma tabela no banco de dados relacional.

Diagrama simplificado ORM.

O diagrama acima, representa o processo executado por um conjunto de ferramentas ORM para transformar um OBJETO gerado em uma aplicação em um registro a ser gravado em uma tabela no BANCO DE DADOS.

Na próxima aula, você terá acesso ao diagrama da arquitetura do Hibernate.

JDBC x ORM


Internamente, as ferramentas ORM fazem uso da API JDBC para manipular as informações entre Objetos e Registros no banco de dados.

Vantagens do framework Hibernate

O Hibernate oferece muitas vantagens se comparado com a API JDBC nativa do Java. Aqui estão algumas delas:


  1. Opensource e Lightweight: Mantido sobre a licença LGPL;
  2. Alta performance: Graça ao cache interno, a performance do Hibernate é muito rápida comparada com outros frameworks. No Hibernate encontramos dois tipos de cache, cache de primeiro nível e cache de segundo nível. Na configuração padrão do Hibernate o cache de primeiro nível é habilitado por default.
  3. Criação de query independente do Banco de Dados: HQL (Hibernate Query Language) é a versão orientada a objetos do SQL. HQL permite a criação de aplicações queries e consultas ao banco de dados, independentes do SQL ou de um SGBD específico. Antes do Hibernate, toda vez que o SGBD de uma aplicações fosse trocado, normalmente era necessário refatorar algumas consultas SQL.
  4. Criação automática de tabelas: O framework Hibernate permite criar automaticamente as tabelas no banco de dados, dispensando uma intervenção manual ou a execução de Scripts SQL para criar as tabelas do banco de dados. 
  5. Simplifica a complexidade de Join: Obter dados existentes em várias tabelas (Join, Inner Join, etc) é muito simples de ser feito com o Hibernate.
  6. Disponibiliza consultas a estatísticas e estados do banco de dados: O desenvolvedor conta com várias queries nativas do Hibernate para obter diversas estatísticas do banco de dados.

Suporte e tira dúvidas


Esta aula faz parte de uma séria de cursos on-line gratis mantidos por mim. Para todos os cursos eu ofereço suporte sem custo para os alunos. Para ter suporte basta postar a sua dúvida nos comentários da aula que responderei o mais breve possível.

Conheça outros cursos do Professor Marco Maddo


Próxima aula


Na próxima aula iremos estudar a arquitetura do Hibernate, nos vemos lá. Até breve.



quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Curso Hibernate on-line - Framework



Bem vindo a aula 0 do curso on-line sobre o framework Hibernate. Iremos aprender no decorrer do curso, do zero, como utilizar o Hibernate de uma forma bem didática. Em todas as aulas iremos ver como aplicar os conteúdos estudados.

Introdução 


O Hibernate é um framework open source, que simplifica o desenvolvimento de aplicações Java que interagem com bancos de dados. Este framework contempla ferramentas ORM (Object Relational Mapping).

ORM - Object Relational Mapping


ORM é uma técnica de programação para mapear e converter um objeto em uma tabela no banco de dados relacional.

Diagrama simplificado ORM.

O diagrama acima, representa o processo executado por um conjunto de ferramentas ORM para transformar um OBJETO gerado em uma aplicação em um registro a ser gravado em uma tabela no BANCO DE DADOS.

Na próxima aula, você terá acesso ao diagrama da arquitetura do Hibernate.

JDBC x ORM


Internamente, as ferramentas ORM fazem uso da API JDBC para manipular as informações entre Objetos e Registros no banco de dados.

Vantagens do framework Hibernate

O Hibernate oferece muitas vantagens se comparado com a API JDBC nativa do Java. Aqui estão algumas delas:


  1. Opensource e Lightweight: Mantido sobre a licença LGPL;
  2. Alta performance: Graça ao cache interno, a performance do Hibernate é muito rápida comparada com outros frameworks. No Hibernate encontramos dois tipos de cache, cache de primeiro nível e cache de segundo nível. Na configuração padrão do Hibernate o cache de primeiro nível é habilitado por default.
  3. Criação de query independente do Banco de Dados: HQL (Hibernate Query Language) é a versão orientada a objetos do SQL. HQL permite a criação de aplicações queries e consultas ao banco de dados, independentes do SQL ou de um SGBD específico. Antes do Hibernate, toda vez que o SGBD de uma aplicações fosse trocado, normalmente era necessário refatorar algumas consultas SQL.
  4. Criação automática de tabelas: O framework Hibernate permite criar automaticamente as tabelas no banco de dados, dispensando uma intervenção manual ou a execução de Scripts SQL para criar as tabelas do banco de dados. 
  5. Simplifica a complexidade de Join: Obter dados existentes em várias tabelas (Join, Inner Join, etc) é muito simples de ser feito com o Hibernate.
  6. Disponibiliza consultas a estatísticas e estados do banco de dados: O desenvolvedor conta com várias queries nativas do Hibernate para obter diversas estatísticas do banco de dados.

Suporte e tira dúvidas


Esta aula faz parte de uma séria de cursos on-line gratis mantidos por mim. Para todos os cursos eu ofereço suporte sem custo para os alunos. Para ter suporte basta postar a sua dúvida nos comentários da aula que responderei o mais breve possível.

Conheça outros cursos do Professor Marco Maddo


Próxima aula


Na próxima aula iremos estudar a arquitetura do Hibernate, nos vemos lá. Até breve.