Pesquise algo no blog

terça-feira, 12 de maio de 2015

Curso de Programação Orientada a Objetos em Java - Métodos Getts e Setts


Introdução


Na aula anterior, aprendemos como criar uma classe e como exemplo criamos uma classe chamada Pessoa contendo alguns atributos comuns às pessoas do mundo real, tais como cor dos olhos, data de nascimento, nome, etc.

Também criamos um programa em Java para criar objetos da Classe Pessoa, e atribuir valores para os atributos definidos para a classe.

Nesta aula iremos conhecer os métodos de acesso getts e setts e qual a vantagem de implementar classes contendo estes métodos.

Veremos também nesta aula o conceito de Classe Pojo ou Plain Old Java Object.

Objetivo

Ao final desta aula você será capaz de criar classes em Java contendo qualquer tipo de atributo e os métodos de acesso get's e set's. Você também irá aprender como usar os métodos de acesso para popular com dados os atributos e como recuperar os dados de um objeto da Classe.

Video desta aula

No video desta aula, demonstro como criar os getts e setts utilizado o Netbeans de forma automática e também faço vários comentários importantes com dicas para você ganhar produtividade quando estiver desenvolvendo programas em Java.




O que é Pojo?

Podemos traduzir Plain Old Java Object como sendo Os Singelos Clássicos Objetos Java. Estes objetos possuem uma estrutura simplificada se comparados com os Objetos EJB (Enterprise Java Beans).

A idéia para uso de Objetos Pojo em projetos Java vem da máxima que diz, quanto mais simples melhor.

Estrutura de uma Pojo.

Tomando como base a Classe pessoa criada na aula anterior, podemos facilmente transforma-la em uma classe que gera objetos Pojo.

A imagem abaixo apresenta o resultado final da Classe Pessoa criada na aula anterior, mas agora transformada em Pojo e contendo os getts e setts, observe e acompanha os comentários a seguir.



Exemplo de uma Classe Pojo em Java


Note que agora, a Classe Pessoa contém apenas os seus atributos e os métodos getts e setts que foram adicionados. Todos os demais métodos, comer(), dormir(), etc., criados na aula anterior foram todos removidos.

Note também que os atributos que eram públicos, agora são todos privados. Isso altera a forma de acessar os dados gravados para cada atributos.

Para acessar os dados, ou alterar os mesmo, a partir de agora isso só é possível via métodos modificadores getts e setts. Em Java é comum dizer que os métodos de acesso getts e setts são responsáveis pela mudança do estado dos atributos dos objetos.


Métodos getts e setts.

Estes métodos são uma forma padronizada para setar ou buscar dados dos atributos.

Método de acesso set.

O método de acesso set permite "setar" dados para os atributos de um objeto estânciados. Este método espera que o valor que estamos atribuindo seja obrigatóriamente do mesmo tipo do atributo em questão.

Método de acesso get.

O método de acesso get permite "pegar"os dados que foram atribuidos previamente a um objeto pelo método set ou valores atribuídos  por default na definição da Classe. O método get sempre irá retornar um valor do mesmo tipo do atributo em questão.


Exemplos dos métodos getts e setts para o atributo Nome da classe Pessoa.java.




Como podemos observar, o método getNome() é do tipo String e não contém parâmetros em sua assinatura. Quando utilizado, devolver o nome setado previamente para o objeto.

O método setNome(String nome), recebe por parâmetro o valor que será atribuído ao objeto. A palavra reservada this está informando que estamos trabalhando com o atributo Nome da estância atual do objeto.

Usando os getts e setts na prática.


O programa Java abaixo, demonstra como utilizar esses métodos para setar e buscar valores de um objeto Pessoa.





Neste exemplo estamos criando um objeto pessoa chamado maddo e atribuindo valores para nome, cidade natal e nacionalidade utilizando o método set. Em seguida, recuperamos estes dados para apresentar no console e para isso usamos o método get.

Conclusão


Nesta aula entendemos o conceito utilizado em Java para os getts e setts e aprendemos criar uma Classe padronizada Pojo. Também aprendemos como atribuir e recuperar valores dos atributos de forma padronizada via getts e setts.

Colabore com o sucesso deste curso

Você chegou ao fim desta aula e espero que tenha gostado e que o conteúdo tenha somado ao seu aprendizado. Ao compartilhar nas suas redes sociais esta aula, você estará colaborando com o sucesso do curso e claro, motivando o professor a continuar postando videos e aulas sempre com conteúdo de qualidade.

Dê um Like, compartilhe no Twitter e no Google Plus!

Obrigado.

terça-feira, 12 de maio de 2015

Curso de Programação Orientada a Objetos em Java - Métodos Getts e Setts


Introdução


Na aula anterior, aprendemos como criar uma classe e como exemplo criamos uma classe chamada Pessoa contendo alguns atributos comuns às pessoas do mundo real, tais como cor dos olhos, data de nascimento, nome, etc.

Também criamos um programa em Java para criar objetos da Classe Pessoa, e atribuir valores para os atributos definidos para a classe.

Nesta aula iremos conhecer os métodos de acesso getts e setts e qual a vantagem de implementar classes contendo estes métodos.

Veremos também nesta aula o conceito de Classe Pojo ou Plain Old Java Object.

Objetivo

Ao final desta aula você será capaz de criar classes em Java contendo qualquer tipo de atributo e os métodos de acesso get's e set's. Você também irá aprender como usar os métodos de acesso para popular com dados os atributos e como recuperar os dados de um objeto da Classe.

Video desta aula

No video desta aula, demonstro como criar os getts e setts utilizado o Netbeans de forma automática e também faço vários comentários importantes com dicas para você ganhar produtividade quando estiver desenvolvendo programas em Java.




O que é Pojo?

Podemos traduzir Plain Old Java Object como sendo Os Singelos Clássicos Objetos Java. Estes objetos possuem uma estrutura simplificada se comparados com os Objetos EJB (Enterprise Java Beans).

A idéia para uso de Objetos Pojo em projetos Java vem da máxima que diz, quanto mais simples melhor.

Estrutura de uma Pojo.

Tomando como base a Classe pessoa criada na aula anterior, podemos facilmente transforma-la em uma classe que gera objetos Pojo.

A imagem abaixo apresenta o resultado final da Classe Pessoa criada na aula anterior, mas agora transformada em Pojo e contendo os getts e setts, observe e acompanha os comentários a seguir.



Exemplo de uma Classe Pojo em Java


Note que agora, a Classe Pessoa contém apenas os seus atributos e os métodos getts e setts que foram adicionados. Todos os demais métodos, comer(), dormir(), etc., criados na aula anterior foram todos removidos.

Note também que os atributos que eram públicos, agora são todos privados. Isso altera a forma de acessar os dados gravados para cada atributos.

Para acessar os dados, ou alterar os mesmo, a partir de agora isso só é possível via métodos modificadores getts e setts. Em Java é comum dizer que os métodos de acesso getts e setts são responsáveis pela mudança do estado dos atributos dos objetos.


Métodos getts e setts.

Estes métodos são uma forma padronizada para setar ou buscar dados dos atributos.

Método de acesso set.

O método de acesso set permite "setar" dados para os atributos de um objeto estânciados. Este método espera que o valor que estamos atribuindo seja obrigatóriamente do mesmo tipo do atributo em questão.

Método de acesso get.

O método de acesso get permite "pegar"os dados que foram atribuidos previamente a um objeto pelo método set ou valores atribuídos  por default na definição da Classe. O método get sempre irá retornar um valor do mesmo tipo do atributo em questão.


Exemplos dos métodos getts e setts para o atributo Nome da classe Pessoa.java.




Como podemos observar, o método getNome() é do tipo String e não contém parâmetros em sua assinatura. Quando utilizado, devolver o nome setado previamente para o objeto.

O método setNome(String nome), recebe por parâmetro o valor que será atribuído ao objeto. A palavra reservada this está informando que estamos trabalhando com o atributo Nome da estância atual do objeto.

Usando os getts e setts na prática.


O programa Java abaixo, demonstra como utilizar esses métodos para setar e buscar valores de um objeto Pessoa.





Neste exemplo estamos criando um objeto pessoa chamado maddo e atribuindo valores para nome, cidade natal e nacionalidade utilizando o método set. Em seguida, recuperamos estes dados para apresentar no console e para isso usamos o método get.

Conclusão


Nesta aula entendemos o conceito utilizado em Java para os getts e setts e aprendemos criar uma Classe padronizada Pojo. Também aprendemos como atribuir e recuperar valores dos atributos de forma padronizada via getts e setts.

Colabore com o sucesso deste curso

Você chegou ao fim desta aula e espero que tenha gostado e que o conteúdo tenha somado ao seu aprendizado. Ao compartilhar nas suas redes sociais esta aula, você estará colaborando com o sucesso do curso e claro, motivando o professor a continuar postando videos e aulas sempre com conteúdo de qualidade.

Dê um Like, compartilhe no Twitter e no Google Plus!

Obrigado.